A Câmara Municipal de Porto Moniz promove, pela primeira vez, a “Árvore da Esperança”. Esta iniciativa contou, hoje, com a participação das crianças da escola, bem como, instituições locais que colocaram uma flor e deixaram a sua marca num painel preparado para o efeito.

Esta atividade surge na sequência da adesão por parte deste Município à Festa da Flor. Convidamos os munícipes e os nossos visitantes a juntar-se a esta iniciativa e a colocarem também a sua flor no recinto.

A Vereadora Graciela Silva foi convidada a participar no júri do VII Mini Triatlo Literário Pré-escolar 2017/2018, que decorreu, ontem, na Biblioteca da Escola EB1 PE + Creche de Porto Moniz.
Esta atividade destinou-se a crianças da Educação Pré-Escolar das escolas do Concelho do Porto Moniz, da Ribeira Brava e de São Vicente, que competiram em três modalidades: Conhecimento da obra; Declamação e Desenho.

Após o concurso e numa ação conjunta entre o referido estabelecimento de Ensino e a Câmara Municipal de Porto Moniz foram premiados todos os concorrentes, na presença do presidente da autarquia, Emanuel Câmara

 

Por forma a assinalar as comemorações da Festa da Flor 2018, a autarquia de Porto Moniz coloriu o concelho com belas ornamentações florais, um trabalho conjunto com as diferentes Juntas de Freguesia.

Na quinta-feira, dia 26 de abril, pelas 11 horas, também integrada nas mesmas comemorações, realizar-se-á a “Árvore da Esperança”, na Praça do Lyra, junto ao à Câmara Municipal. Esta iniciativa conta com a colaboração das escolas e associações do concelho.

A Câmara Municipal do Porto Moniz procedeu, esta segunda-feira, à entrega de tampas no âmbito da campanha 'Dê uma tampa à indiferença'. A recolha foi realizada nas escolas do concelho e comunidade local e rondou aproximadamente 2 toneladas de tampas.

A entrega contou com a presença do presidente da Delegação da Madeira da Associação Portuguesa de Deficientes, Filipe Rebelo, e do vereador Nélio Sequeira.
De acordo com a Câmara Municipal do Porto Moniz, a campanha "Dê uma tampa à indiferença" continua ativa e as recolhas têm sido consideráveis.

Partilhar